Loot boxes: desenvolvedoras vão desistindo

151

As loot boxes vêm sendo uma das maiores polêmicas no mundo dos videogames nos últimos meses. No segundo semestre de 2017, vários países lançaram fortes ataques a esta funcionalidade, presente em jogos como Fortnite, Overwatch e Battlefront 2. A Bélgica declarou que as loot boxes deveriam ser cassadas na União Europeia; na Austrália, um grande jornal nacional publicou uma reportagem sobre o assunto; e nos Estados Unidos, uma senadora escreveu ao Entertainment Software Rating Board fazendo perguntas sobre o que a indústria pretendia fazer para proteger os usuários. Na Coreia do Sul, o governo foi ainda mais longe e aplicou uma multa de cerca de 1 milhão de dólares, no total, a três desenvolvedoras (Nexon, NextFloor e Netmarble) com o argumento de que vêm enganando os jogadores.

Semelhante a uma funcionalidade de cassino

A loot boxes são funcionalidades que oferecem itens randomizados a troco de um pequeno pagamento em dinheiro (“microtransação”). O fato de serem randomizados significa precisamente que o jogador vai arriscando até conseguir o item pretendido, ou pode nem sequer conseguir, pois tudo depende das probabilidades do software (“odds”), semelhantes às de uma máquina caça-níquel.

Para pais, responsáveis políticos e órgãos de proteção do consumidor, o mecanismo é demasiado semelhante – ou igual, mesmo! – a jogar no cassinosbrazil.com.br. Uma vez que grande parte do público desses jogos é constituído por adolescentes e menores, a indignação foi ainda maior pois, e ao contrário do que acontece precisamente com os cassinos online, os adolescentes ainda não têm recursos mentais para controlar seus impulsos.

A indústria de videojogos está desistindo

Um artigo recente da Forbes, assinado por Paul Tassi, resume as várias “derrotas” que provam que as desenvolvedoras de videogames estão “batendo em retirada”.

O jogo Battlefront 2 retirou o sistema de microtransações devido a queixas dos jogadores e vai fazer alterações ao jogo de forma a eliminar completamente os sistemas de loot box.

O jogo MiddleEarth: ShadowofWar verá também o fim da utilização das loot boxes, que está marcado para o próximo mês de julho.

Os jogos MonsterHunterWorld e FarCry 5, grandes “hits” de 2018, têm microtransações mas já vêm também sem loot boxes.

As desenvolvedoras de jogos em preparação como SpiderMan e GodofWar já vêm anunciando, com orgulho e como vantagem de marketing, que não terão qualquer tipo de loot box.

E quanto ao maior jogo do momento, Fortnite, já vem também completamente sem loot boxes. Os jogadores podem comprar itens cosméticos, e recebem aquilo por que pagam.